Programa Arte, Natureza e Ciência

PROGRAMA ARTE, NATUREZA E CIÊNCIA 
 

SEEDLAND

Exposição de Isabel Garcia

A exposição tem como origem a criação de peças em bronze que depois de serem cortadas foram utilizadas como geradoras de uma outra realidade. Do corte de cada peça, resultam duas formas irregulares, ovoides, simétricas, planas, posteriormente transformadas em carimbo direto quando se usa a tinta como meio de registo. Quando o meio de registo é a grafite ou o carvão a matriz funciona como relevo de frottage, não entrando assim em contacto com o meio riscador. A Mater, matriz, transmite a sua forma à folha branca de papel, e a forma assim gerada, dá a reconhecer a sua origem.


Data: 1 de julho a 1 de agosto
Local: Museu - Laboratório de Química Analítica
Preço: incluído no bilhete do Museu

Mais informações sobre a exposição aqui

 

YIELDING BEINGS

Exposição de Miguel Santos

Este projeto pretende contribuir para a investigação do impacto da agro-industrialização no território português e promover o debate sobre as razões que sustentam esses modelos de relacionamento com o meio ambiente. O projeto irá concentrar-se nas práticas agrícolas e gestão florestal que implementam modelos industriais de exploração de recursos naturais. A ênfase do projeto é no impacto ambiental – não humano – desses modelos de produção alimentar e não nas implicações sociais e laborais dos mesmos. Pretende-se através de um projeto fotográfico identificar relações entre o uso de novas tecnologias, biotecnologia e geoengenharia na redução da biodiversidade, erosão de solos e impacto hidrográfico no território português.


Data: 8 de julho a 1 de agosto
Local: Museu - Sala Azul

Preço: incluído no bilhete do Museu
Inscrição prévia: não

Mais informações sobre a exposição aqui.

 

THE NEW ART FEST'21 #PANDEMIA#

Exposição de Daniella Lucato, Daria Milyurkhina, Anton Solsulnikov, Fabrizio de Potestad, João Bacelar, João Moita, Jonas Runa, Kristina Petuknica, Nanad Nedelijkov, Regina Frank, Robert B. Lisek, Robert Jarvis e Sam Heidt; Produção de Ocupart

A ideia é “invadir/contagiar” o Museu nos seus variados espaços, com trabalhos de arte tecnologia e ciência, focados no tema Pandemia. Todas as obras de arte e tecnologia selecionadas para esta exposição (12) abordam o tema pandemia, desde aspetos científicos da replicação do vírus até aos aspetos sociais.

Data: 16 de julho a 30 de setembro
Local: Museu - Vários locais 

Preço: incuído no bilhete do Museu 
Inscrição prévia: não

Mais informações sobre a exposição aqui.

 

DISPLACEMENT 

Exposição de Maria Renée Morales

Esta exposição apresenta o artesanato contemporâneo como uma ferramenta artística e filosófica para questionar a sociedade. São três narrativas principais dentro deste projeto que serão os pilares da exposição. 1ª, objetos trabalhados como fendas no tempo que nos permitem espiar a história. 2ª, objetos como recipientes de memórias e histórias, especialmente de seus fabricantes, as ações relacionadas aos seus processos de fazer, sobre o material e sobre o território ao qual os objetos pertenciam originalmente. 3ª, as habilidades do criador: um processo de aprendizagem sempre crescente.

Data: 4 a 28 de agosto
Local: Museu - Laboratório de Química Analítica


Preço: incluído no bilhete do Museu
Inscrição prévia: não

Mais informações sobre a exposição aqui

 

HERBÁRIO REVOLUCIONÁRIO

Exposição de Margherita Isola

O Herbário revolucionário é um livro em tecido sobre plantas abençoadas que, em virtude de seus princípios terapêuticos, foram deliberadamente esquecidas ou afastadas de circulação para defender os interesses das lobbies das farmacêuticas. Plantas ancestrais, mas extremamente contemporâneas em relação às doenças que podem prevenir e curar.

Data: 4 a 29 de agosto
Local: Museu - Sala Azul

Preço: incluído no bilhete do Museu
Inscrição prévia: não

Mais informações sobre a exposição aqui

 

SÓ ESTUDO ANÁLISE CLÍNICA DEPOIS DE FAZERMOS AMOR

Exposição de Thomas Mendonça

A exposição é composta por uma série aberta de trabalhos em cerâmica – em constante construção – focada mais uma vez no oceano, no mar e na vida marítima em geral. Para além das musas habituais, do artista - os poríferos, corais e outros animais ou plantas aquáticas - desta vez o plástico também entra na equação. Tornou-se infelizmente impossível falar do mar sem falar de poluição, e os meus passeios de inspiração nos quais colecionava conchas e ideias pelas praias tornaram-se recolhas do plástico e do lixo em geral que também fazem parte do cenário.

Data: 2 de setembro a 3 de outubro 
Local: Museu - Laboratório de Química Analítica 

Preço: incluído no bilhete do Museu 
Inscrição prévia: não 

Mais informações sobre a exposição aqui


ENTRETECIMENTOS

Exposição de Conceição Abreu

A exposição deriva de uma investigação onde se analisaram processos de consciencialização da ligação entre Homem e Natureza. Resultam os trabalhos que a compõem, da procura de uma relação não dominante, entre o corpo e o seu meio ambiente e da exploração de possíveis modos de a criar, produzindo significado, ou seja, realidade. Nesta investigação, ações como caminhar, fotografar e desenhar são integrantes da prática artística, como forma de construção desse entretecimento que se entende atribuir ordem ao caos, criando conhecimento sensível.

Data: 2 de setembro a 3 de outubro
Local: Museu - Sala Azul

Preço: incluído no bilhete do Museu
Inscrição prévia: não 

Mais informações sobre a exposição aqui

 

PURIFICAÇÃO 

Exposição de Elizabeth Almeida

Este projeto é uma instalação plástica que invoca os sentidos do espetador. À medida que o espetador percorre a instalação, os seus sentidos sensoriais ligados ao olfato, visão e emoção são espoletados. A obra expressa-se pela forma e luz. A associação à luz e ao olfato é apoiada pelas novas tecnologias, que permitem soluções na promoção do desenvolvimento sustentável, onde o desafio artístico comunga com os desafios mundiais nas áreas das energias e das artes plásticas.

Este projeto obteve o reconhecimento e a chancela da UNESCO, o apoio institucional da Comissão do Ano Internacional da Luz e ainda se encontra ao abrigo do 2030, que contribui para o objetivo da divulgação nº7, dado o interesse da temática proposta nesta exposição e do uso de novas tecnologias.

Data: 13 de setembro a 31 de outubro
Local: Museu - Sala Azul

Preço: incluído no bilhete do Museu
Inscrição prévia: não 

Mais informações brevemente disponíveis.