Trilogia d'ovo

Exposição de João Vilhena

Quando: 
4 de Julho de 2015 a 14 de Agosto de 2015
Onde: 

Sala Sacarrão

"No final de 2013 iniciei um conjunto de obras em torno do ovo ao qual retorno desde então.

O ovo como célula e princípio de indivisibilidade da união entre o masculino e feminino, como sendo o zigoto resultante da fecundação do óvulo. Este zigoto é formado devido à união de dois gametas, ou seja, é produzido pela fertilização entre duas células haplóides, um óvulo de uma fêmea e um espermatozóide de um macho, que se juntam para formar uma única célula diplóide. O ovo formado contendo o embrião, pode-se desenvolver internamente como também externamente,
dependendo da espécie.

O ovo foi sujeito à observação exaustiva sobre o seu formato, estrutura, pontos de vista, dimensão, cor, rotação, movimentação e som.

Nas fotografias, este registo apresentou-se como o desafio perfeito para testar a capacidade de focagem do iphone e fazer “iphonography” em torno de uma forma redonda e com fundo. Para adensar a dificuldade as fendas (marcadores focais) e o processo de microiluminação foi todo construído de acordo com o mesmo de forma a ter atmosfera sobre o sujeito sem que o mesmo deixasse de ser inequivocamente o assunto."

João Vilhena

Inauguração: 3 de julho, às 19h00

 

BIOGRAFIA:

João Vilhena (Lisboa, 1983) é um dos mais notados jovens artistas portugueses deste século.
Estudou escultura e pintura na escola de arte de Lisboa ARCO.
A maioria do trabalho de Vilhena está relacionado com o a ciência, o cinema, a literatura e as artes visuais, recorrendo a uma grande variedade de meios, como a pintura, a escultura, a fotografia e o vídeo.
Joao Vilhena recebeu várias bolsas e prémios, encontrando-se representado em diversas colecções públicas e privadas, nacionais e internacionais. Viveu nos Estados Unidos (Nova Iorque, Los Angeles), Reino Unido e Itália. Em 2005, publica uma biografia não autorizada onde é anunciada a sua morte, e onde encena uma narrativa em volta de temas públicos e privados. Joao Vilhena tem vindo a fazer autoretratos desde 2003, utilizando principalmente a fotografia como meio de representação. Em 2013, usa o iPhone e o Instagram para a criação sucessiva de Selfies fazendo-se passar por vários personagens de obras de arte clássicas e modernas bem conhecidas, cujas reproduções são do domínio público.
A obra de JV foca-se nos limites da representação de um metarealismo e visita tema como a identidade cruzando o clássico com o contemporâneo num rigor desconstrutivo e irônico da realidade e sua simulação. A ciência e os limites do corpo, suas representações e observação percorrem a obra de JV lançando um olhar sobre a condição do artista como um humanista abordando todas as vertentes de uma academia de acordo com o modelo grego.


Oficial Website
http://joaovilhena.carbonmade.com/

Tumblr
http://joaovilhena.tumblr.com/

Facebook Page
https://www.facebook.com/artistjoaovilhena

Flickr Page
https://www.flickr.com/photos/vilhenaj/

Instagram Page
http://instagram.com/vilhenaj

Exposição temporária